Notícias

10h00

“Com Outros Olhos” – Exposição inclusiva marcou a participação do Museu da Misericórdia na 16ª Semana de Museus

Programação incluiu Roda de Conversa e uma manhã com ações culturais.

Compartilhe
Tamanho da Fonte
“Com Outros Olhos” – Exposição inclusiva marcou a participação do Museu da Misericórdia na 16ª Semana de Museus

O Museu da Misericórdia participou da 16ª Semana de Museus, realizada pelo nacionalmente pelo IBRAM, que este ano teve como tema “Museus Hiperconectados, novas abordagens, novos públicos”. Através desta temática, a Instituição provoca os museus de todo o país a refletirem sobre quais as possibilidades de ações podem ser realizadas com “novos” públicos, estabelecendo fios de conectividade com os mesmos, reforçando o sentido de pertencimento e de identidade cultural.

Assim, o Museu da Misericórdia convidou a Biblioteca Central do Estado da Bahia, por meio da Sessão de Braille, o Instituto de Cegos da Bahia e o Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual – CAP, para levarem ao público a exposição de curta duração Com Outros Olhos – Uma Experiência de Aprendizado e Interatividade. Trata-se de uma mostra temporária com experiências sensoriais e cognitivas. Entre os itens da exposição, livros para pessoas com baixa visão, livros em braille e áudio livro. Também foram apresentados materiais têxtil adaptados e instrumentos de escrita e de cálculo. Uma maquete do Museu da Misericórdia e algumas peças do seu acervo estão disponibilizadas para o toque e percepção tátil, possibilitando ampliar experiências. As obras contam ainda com textos explicativos em legendas em português e braille. De 15 a 20 de maio, as visitas foram gratuitas pela Semana de Museus. A exposição segue até 31 de maio, integrando a visita guiada do Museu da Misericórdia, com entrada a R$3 (meia) e R$6 (inteira).

 

Atividades

A programação contou com uma Roda de Conversa “Nada Sobre Nós, Sem Nós – Um Relato de Experiências”, que foi realizada em 16 de maio, quarta-feira, com moderação de Cátia Maria Paim da Cruz, professora do Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual – CAP. Como convidados da mesa, Audai Maria da Silva Silveira, Edmilson Sacramento, Professor João Edison Vilas Boas Prazeres, José Márcio Soares Nunes, Joselita Souza Muniz e Regivaldo Neri Santos, todos deficientes visuais, que compartilharam suas experiências.

Já no dia 18, aconteceu a Sexta Cultural, com apresentação musical de um coral do CAP formado por deficientes visuais; um bate-papo sobre acessibilidade e também o lançamento do livro “Inclusão – Um Novo Olhar”, de autoria de Célia Fernandes de Oliveira, professora, pedagoga especialista em educação inclusiva, que conta com ilustrações de um ex-aluno com baixa visão.

 

__

O Museu da Misericórdia tem apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

Deixe seu comentário
Apoio Financeiro:
Museu da Misericórdia
2016 - 2019. Museu da Misericórdia. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital