Notícias

12h00

Live: Museóloga do Museu da Misericórdia conversa com psicóloga sobre cuidados emocionais durante a pandemia

Tema será abordado em uma live no Instagram @museudamisericordia

Compartilhe
Tamanho da Fonte
Live: Museóloga do Museu da Misericórdia conversa com psicóloga sobre cuidados emocionais durante a pandemia

A museóloga do Museu da Misericórdia, Osvaldina Cezar, fará uma live na próxima quarta-feira (21), às 17h, com a psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Santa Casa (FSC), Sílvia Teles, com o tema “Cuidados com o Emocional em Tempos de Pandemia”.

A live será realizada através do Instagram @museudamisericordia e faz parte da campanha #MuseusPelaVida, que teve início em maio desse ano, promovida pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) para conscientizar a população sobre medidas de prevenção em combate ao coronavírus.

Segundo Osvaldina, as artes e a cultura têm importância fundamental como forma de cuidados para reverter ou minimizar problemas emocionais no atual cenário.

“As diversas expressões artísticas e culturais são meios de potencializar aspectos da personalidade humana como a sensibilidade, o poder criativo, a análise crítica e reflexiva. Elas ajudam a transformar a realidade e possibilita o indivíduo a se expressar por diferentes linguagens, identificando e valorizando suas memorias e origens, fortalecendo sua identidade cultural. Além de lazer, entretenimento e difusão de conhecimentos, a arte também pode ser considerada uma forma de terapia, ajudando na reabilitação e inserção das pessoas na dinâmica social”, observa.

A museóloga ressalta ainda que há um paralelo entre a museologia e a psicologia, já que ambas trabalham a questão da memória, do fortalecimento da identidade e da construção do ser integral.

A psicóloga Silvia Teles também traz uma contextualização sobre essas duas áreas do conhecimento e sobre a importância delas para o indivíduo.

“Por um lado, o museu utiliza objetos de valor histórico, artístico, científico e técnico e se propõe a conservar, investigar, interpretar, expor fatos que retratam uma sociedade em seus diferentes tempos oferecendo a todos a oportunidade de fortalecimento de identidades. Por outro lado, a psicologia se propõe a investigar, interpretar, compreender o homem no constante diálogo que estabelece consigo mesmo, numa dimensão que é também sócio-histórica”, pontua a psicóloga.

Além de reflexões, a live abordará dicas de autocuidado, com referências científicas, para o enfrentamento das consequências psicológicas da pandemia.

Deixe seu comentário
Siga-nos:
Museu da Misericórdia
2016 - 2021. Museu da Misericórdia. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital
Apoio Financeiro: